Tarefas de casa compartilhadas: como administrar?

Na sua casa, quem faz o quê? O compartilhamento de tarefas de casa é considerada por você justo? Você está realmente satisfeito? Muitos de vocês responderam à pesquisa que publicamos há algum tempo. Queria te informar que algumas respostas já foram as esperadas, enquanto outras são incríveis!

Quem faz o que em casa?


As tarefas de casa são mais do que apenas limpar roupa e lavar a casa. Quando listamos todas as tarefas que uma casa comum demanda, incluindo gestão financeira e cuidado infantil, entendemos que há muito o que se fazer!

Tarefas de casa compartilhadas como administrar

Importante citar que apenas 9 mulheres, das mais de 200 que responderam nossas perguntas, disseram que costumam fazer menos do que seu parceiro!

Injusto … mas correto?


Quando perguntados se a separação das tarefas em seu casal é considerada justa, os participantes da pesquisa foram divididos em três campos:

  • 30% dizem que é consideram a separação muito justa;
  • 30% dizem que realizam mais tarefas do que seu parceiro, mas não se preocupam com isso;
  • 35% admitem que é um assunto de brigas e discussões constantes.

Quais soluções mais usadas para resolver os conflitos que surgem?

56% apontam que iniciam uma discussão com ele.
14% falam mais de uma vez para ele fazer uma coisa que já havia sendo pedida.
9% admitem que não realiza as tarefas que gostaria que ele fizesse.
21% confessam que não reconhecem uma solução.

Um um estudo feito em 2013 por pesquisadores da Universidade do Missouri, nos Estados Unidos, já tinham indicado isso: a separação correta de responsabilidades das tarefas domésticas promove casamentos mais felizes e também duradouros. Mas cuidado! A separação não é necessariamente sinônimo de igualdade de tarefas para cada um do casal, dizem os pesquisadores. Cada casal tem uma interpretação pessoal, já estabelecida da palavra “compartilhar”, sendo que o objetivo principal seria concordar com esse compartilhamento.

Como o compartilhamento do trabalho foi moldada no seu relacionamento?

  • 20% Indicam que a separação de tarefas ainda não está bem definido em nosso relacionamento.
  • 64% Indicam que foi sendo moldada ao longo do tempo.
  • 13% Falaram que depois de algum tempo, a separação de tarefas finalmente ocorreu.
  • 3% Falaram que foi fruto de muita conversa, discussões e brigas.

Seu relacionamento é novo? Fale sobre isso o mais rápido possível!


Um estudo já publicado pelo Sloan Center na Universidade da Califórnia, Los Angeles, indicou que que, para não haver confusão sobre o compartilhamento das tarefas domésticos (e as longas discussões que às vezes acontecem!), é essencial falar sobre o que, quando e como o trabalho doméstico deve ser feito por ambos. Casais que informaram já terem falado sobre isso no início de seu relacionamento também que gastaram menos tempo e energia falando sobre o assunto. Porém, os casais que não se organizaram de forma explicita a repartição de tarefas tiveram que “discutir suas tarefas dia após dia”, e isso já levou a muitos conflitos.

O que você culpa seu cônjuge?

  • 8% Informam que seu parceiro realiza menos tarefas.
  • 20% Frequentemente se esquece de fazer certas coisas, mas não enxergam isso como maldade.
  • 33% Informam que o companheiro não se dá conta de tudo que ela faz.
  • 39% Informam que não culpam os maridos por nada.
  • 28% Ainda disseram que, se o cônjuge valorizasse as tarefas que estavam fazendo, eles se sentiriam mais à vontade com eles.

“Os casais felizes nos disseram que costuma dizer mais elogios do que cobranças”, informa Yvon Dallaire, psicólogo, sexólogo e autor.

Se queremos ter mais reconhecimento pelas coisas feitas, podemos começar reconhecendo mais seu parceiro, ele sugere. Um pouco de reforço positivo, podendo ser na forma de agradecimento falado ou mesmo um tapinha no ombro enquanto o outro prepara algo na cozinha, pode fazer muita diferença. “Quanto mais enviamos mensagens positivas para uma pessoa, mais essa pessoa vai querer nos agradar também, e manter essa boa relação”, diz o psicólogo.

Quais tarefas você confia a terceiros?


Definitivamente nenhuma tarefa, o que informa 57% dos entrevistados. Mas cerca de um terço das pessoas informa que a limpeza do terreno e da garagem deve ser função exclusiva do marido.

Quando questionados sobre quais tarefas eles gostam de realizar de fazer e do que eles mais detestam, 56% dos entrevistados informaram que gostam de fazer compras, para sair um pouco de casa, enquanto 61% relutam em fazer as tarefas domésticas.

Tarefas compartilhadas: 5 erros a evitar

Outro resultado surpreendente do estudo do Sloan Center: mais apenas do que a sensação da separação justa de tarefas, foi o sentimento de formar uma nova “equipe” que forneceu aos casais mais satisfação. Abaixo, podemos informar 5 erros que os casais devem evitar na separação de tarefas domésticas.

  1. Ficar lembrando sobre as tarefas que o outro não faz. “Você ainda não lavou os pratos do almoço? Mas ele preparou o jantar das crianças (e o seu também), viu o dever de casa, leu uma história e também já adiantou a roupa. “Se não notamos o que o outro está fazendo bem a parte dele, ele pode ficar magoado, dizendo que nunca consegue fazer nada certo”, disse Yvon Dallaire.
  2. Ficar falando como o outro deve fazer sua tarefa. Uma distribuição justa das tarefas de casa não significa que elas devam ser realizadas da mesma forma por todas as pessoas. “Cada pessoa tem seu próprio modo de pensar, de realizar e agir”, explica Sylvie Boucher. Devemos entender essa diferença e deixar que o outro faça do jeito que gostaria. Quem gosta de estar restringido a um papel de coadjuvante ou de ser infantilizado?
  3. Calcular e relembrar tudo. São 10 horas da noite e percebemos que a última peça de roupa permaneceu na lavadora. Para definir quem vai se levantar para pegar ela da secadora, listamos nossas tarefas que fizemos a noite: “Fiz o jantar, andei com o cachorro e ainda por cima paguei as contas! – E eu, você acha que eu não fiz nada durante esse tempo? Fui comprar ele no mercado, limpei a louça, a entrada e lavei as panelas! – Mas na última semana, fiz muito mais que você! Mas deve aquela vez que…. “O que inicialmente foi uma pequeno discussão, em seguida, se transforma em uma verdadeira luta pelo poder!
  4. Sexualizar tarefas. Por uma questão de afinidade e eficiência, é melhor deixar nosso querido limpar a casa, se for seu desejo, e cuidar da garagem, por que tem que esfregar, já que ele é homem. “Não devemos hesitar em inventar nossas próprias regras para encontrar felicidade e equilíbrio na divisão de tarefas de casa”, diz Yvon Dallaire.
  5. Compare-se com os outros. Para conseguir falar ao outro que ele não faz o suficiente, ou que ele faz menos do que deveria, evite dizer coisas como: “O marido da Joana já adianta o serviço dela, assim que ele chega em casa!” – “Não há regra quanto à divisão das tarefas domésticas no casal. Cada cônjuge usa suas habilidades e preferências para tornar a casa um bom lugar para morar “, diz Sylvie Boucher.

Fonte 01

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *