Como homens e mulheres devem resolver os problemas?

O mundo de mulheres e homens é fundamentalmente diferente um do outro. Não é apenas uma questão de educação, mas também uma predisposição inata a certos comportamentos e pensamentos.

Como resultado, os dois sexos frequentemente entram em conflito por causa de visões diferentes sobre as mesmas coisas.

Se na comunicação comum isso se manifesta apenas ocasionalmente, em um relacionamento ocorre um mal-entendido quase todos os dias. Geralmente tudo é decidido pela experiência dos parceiros em termos de relacionamento.

Com o tempo, aprendemos a compreender subconscientemente o sexo oposto e, portanto, temos menor probabilidade de entrar em situações embaraçosas devido a mal-entendidos.

casais brigando
casais brigando

Preparação para o Relacionamento

Mas a experiência vem apenas com a prática. Você não pode iniciar seu primeiro relacionamento como especialista em relações, é simplesmente impossível. Portanto, não importa como você gostaria, cada um de nós deve encontrar um mal-entendido absoluto.

Os primeiros passos de um relacionamento, e todos os subsequentes, podem ser atenuados pelo estudo das diferenças no comportamento de homens e mulheres.

Portanto, você pode pelo menos prever exatamente onde termina sua área de competência e começa o misterioso mundo da lógica do sexo oposto.

Este artigo abrirá para você uma cortina de segredos e mostrará como exatamente a abordagem masculina e feminina para resolver problemas é diferente.

Por que somos tão diferentes?

Antes de entrarmos nas diferenças, seria bom entender a causa delas. Por que às vezes há mal-entendidos absolutos entre representantes da mesma raça humana?

Tal pergunta foi exagerada por John Gray no título de seu livro “Homens de Marte, Mulheres de Vênus”.

Somos tão diferentes que podemos falar sobre a origem de diferentes planetas? Felizmente não. O nome é apenas uma bela metáfora, e as razões estão bem abaixo do nosso nariz. Vamos analisar.

O cérebro é o principal culpado

Quando falamos sobre diferenças de pensamento, precisamos prestar atenção ao cérebro humano, porque é ele quem gera pensamentos e define sua direção.

Os cientistas da Universidade da Califórnia foram nessa direção e compararam o trabalho do cérebro masculino e feminino.

Como se viu, o processamento e a análise de informações em dois sexos ocorrem de maneiras completamente diferentes.

A diferença é visível mesmo a olho nu – nas áreas do cérebro responsáveis ​​pela análise lógica e pelo processamento das informações, os homens têm mais massa cinzenta e as mulheres, mais massa branca.

A matéria cinzenta é o corpo das células nervosas, os próprios elementos responsáveis ​​pelo processamento das informações recebidas do exterior. E a substância branca é o processo dos neurônios que desempenham o papel de condutores.

Nos homens, o processo de pensar é afetado principalmente por estímulos externos, de modo que suas decisões são mais lógicas e equilibradas.

Se uma mulher resolve o problema, ela “pensa” naquela zona do córtex cerebral, na qual estão localizados os centros de fala, controle de movimentos e emoções. Daí a famosa lógica feminina, abruptamente implicada em sentimentos e gestos.

O que acontece com um homem quando lhe é mostrado melodrama? Ele imediatamente encontra todas as deficiências da trama, ri dos heróis e sinceramente não entende por que a mulher ao lado dele acumula ressentimento e o repreende por insensibilidade.

Mas as mulheres são mais memoráveis ​​- elas têm um hipocampo melhor desenvolvido, um giro especial na base do lobo temporal do cérebro. O hipocampo transfere informações da memória de acesso aleatório para permanente.

Se essa parte do cérebro não funcionar bem, é impossível ensinar algo a uma pessoa – ela esquecerá tudo imediatamente. Portanto, as mulheres são mais bem treinadas que os homens, e as meninas têm muito menos problemas na escola do que os meninos.

O significado das diferenças

Mas por que a natureza tornou os cérebros de homens e mulheres tão diferentes? A essência é revelada quando o propósito dos dois sexos é revelado. As mulheres são as guardiãs do genótipo humano. Homens são editores do mesmo genótipo.

Isso também pode explicar a poligamia dos machos. Enquanto as mulheres incorporam o código genético resultante, os homens levam o modo de vida mais diversificado e experimental, ganhando novos sinais e qualidades adquiridas.

Os homens podem ser chamados de olheiros genéticos, descobridores. Eles devem ser engenhosos e curiosos para descobrir coisas que uma mulher pode melhorar.

Eles são como guerreiros que conquistam as terras que suas mulheres cultivarão no futuro.

Entre os homens, há mais gênios e inventores, mas também mais tolos e maníacos.

As mulheres são mais plásticas, elas se adaptam melhor e se adaptam à situação. Há muito mais mulheres “comuns” que homens.

Tais diferenças tornam os dois sexos aliados desde o nascimento. Quando a compreensão das diferenças chega, o significado da competição desaparece. Será muito mais sensato se unir e trabalhar em equipe.

Caixas e fios

Considerando as diferenças no pensamento de um homem e uma mulher, vale mencionar o desempenho notável do comediante e especialista em casamento americano Mark Gangor.

Ele afirma que o pensamento das mulheres é muito mais complexo que o dos homens, comparando tudo com caixas e uma bola de fios.

Na cabeça do homem, tudo é organizado em “caixas” – seções agrupadas de pensamentos. Quando um homem pensa em algo, como consertar um carro, ele usa apenas caixas com os pensamentos “Reparar” e “Máquina”.

Além disso, durante esse processo, pensamentos de diferentes caixas não devem, em caso algum, ser misturados.

Mark compara os pensamentos da mulher com uma bola de fios. Todos os pensamentos e fenômenos não estão dispostos em caixas diferentes, mas de alguma forma estão interconectados.

A reparação de automóveis está associada a dinheiro, dinheiro com o marido, marido com ciúmes, ciúme com ressentimento. Esse pensamento de reparo pode arruinar o humor de uma mulher.

Tais relacionamentos puramente femininos são sustentados por um grande poder – emoções. É graças a eles que as mulheres podem se lembrar do que os homens esquecem no dia seguinte.

Os pensamentos femininos são como uma rede na qual tudo cai e causa uma onda de emoções. Daí vem o ressentimento frequente de que “ele esqueceu tudo de novo” e “ele não se importa”.

casal brigado na cama
casal brigado na cama

Silêncio e conversa

Quando um homem encontra um problema, ele mergulha em si mesmo, em suas caixas de pensamentos, e começa a procurar uma solução para o problema. Há uma análise de todo o conhecimento e experiência adquiridos anteriormente.

Como resultado, a partir do designer, o homem formula uma conclusão. É assim que o sexo masculino age em busca de uma solução para o problema.

As mulheres estão focadas em encontrar soluções em seu emaranhado de fios. Para facilitar a tarefa, eles precisam de atividade – conversa.

Eles não podem gerar soluções para o problema silenciosamente e, portanto, recorrem aos amigos, mãe, para apoio e “ouvidos”, nos quais podem derramar seus pensamentos.

Falando através dos ouvidos todas as conexões e associações associadas ao problema, uma mulher é capaz de encontrar a solução mais inesperada para o seu problema.

Se várias meninas participarem da busca, o resultado pode surpreender até a própria pessoa com a imprevisibilidade.

Quem resolve melhor os problemas?

Essa é a principal diferença entre os dois sexos na solução de problemas. Homens e mulheres usam sua experiência e conhecimento, mas os aplicam de maneiras completamente diferentes.

É impossível dizer qual é o mais eficaz. Eles são muito diferentes para comparar.

A desvantagem de uma abordagem masculina é a recusa de alguém em participar do raciocínio. Às vezes, a ajuda externa é simplesmente necessária; você não pode ter uma resposta pronta para qualquer pergunta.

Dizendo “eu mesmo resolvo” e mergulhando em você mesmo, você pode perder um forte aliado e complicar a solução do problema.

A abordagem feminina às vezes é muito emocional. Pode-se facilmente enlouquecer devido ao estresse, lágrimas, depressão e ressentimento. As mulheres não podem raciocinar com calma, sem emoções e, portanto, surgem fortes emoções.

Além disso, o consultor pode não ser a pessoa mais confiável, o que causará problemas ainda maiores.

Abordagem perfeita

Qual é a melhor abordagem para resolver problemas? A resposta para a própria razão das diferenças nessas abordagens é que a abordagem conjunta de homens e mulheres sempre liderará. É a união dos dois sexos que pode gerar a solução perfeita para qualquer problema.

Que a mulher repreenda seu homem, reabasteça suas caixas com seus pensamentos e conclusões inesperados das entranhas da bola de fios.

Quando ela termina, um homem pode mergulhar em si mesmo e começar a procurar a melhor maneira de sair da situação. Tendo discutido o resultado com uma mulher, recebendo feedback, é necessário repetir a análise e finalmente chegar a uma decisão final.

Agindo dessa maneira, um homem e uma mulher se tornam um, uma equipe. O problema se torna comum e os dois membros da equipe participam de sua solução.

Esta é uma verdadeira parceria que aumenta a confiança e fortalece o sentimento de afeto das pessoas.

Portanto, da próxima vez que você se encontrar cara a cara com outra dificuldade, não tente resolver tudo sozinho.

Procure a ajuda de seu ente querido e combine suas abordagens em uma única força, que não apenas ajudará a resolver o problema, mas também o aproximará ainda mais.

Como aprender conversar e não brigar

O relacionamento de duas pessoas não pode prescindir de brigas. Somos todos únicos e temos nossa própria visão do mundo, sob tais condições é impossível prescindir de um conflito de interesses. Quanto mais próxima a relação entre homem e mulher, maior a probabilidade de encontrar desacordo.

Gritos, xingamentos, pratos quebrados – tudo isso é resultado de uma solução inepta de conflitos, que geralmente é uma defesa da posição de alguém. Quando o brilho atinge um pico, os amantes desistem ou se separam. Mas como isso pode ser evitado?

Por que brigamos?

A pergunta filosófica mais frequentemente feita por pessoas com pouca experiência de vida. As brigas têm sua própria função, sem a qual simplesmente não seremos nós mesmos. Durante um conflito, uma pessoa se manifesta como uma pessoa independente, um membro pleno da sociedade.

Se, durante uma briga, você imediatamente concorda e desiste – você se tornará uma fraca vítima de manipulação. Se você defender totalmente qualquer posição – ficará famoso como um snapper teimoso que pensa apenas em si mesmo. Como você pode ver, é necessário encontrar um meio termo entre esses dois extremos.

casal brigando
casal brigando

Conflitos fortalecem relacionamentos

Vamos imaginar um relacionamento sem conflito. Isso é possível apenas com o consentimento incondicional de um dos parceiros em todas as situações disputadas. Que papel de parede usar, onde ir de férias, como nomear as crianças. Essas decisões afetarão a vida de ambos os amantes, portanto devem ser tomadas em conjunto.

Se a mãe quer nomear seu filho, e o pai não considera outras opções, exceto, surge um conflito. Se ele não tivesse falado, então na cabeça de um dos parceiros o ressentimento teria se escondido para sempre. O ressentimento tende a se acumular, envenenando sentimentos e pensamentos. A qualidade dos relacionamentos está piorando, e nojo e ódio substituem o amor.

Mas se a mãe e o pai ainda entrassem em conflito? Sim, eles poderiam discutir e não dar em nada, essa é uma maneira ruim de sair da situação. Mas isso acontece apenas nos casais que vêem uma briga apenas como uma defesa de sua posição.

Se mamãe e papai demonstram respeito um pelo outro e estabelecem uma meta não por si mesmos, mas por um compromisso, então, sem ofensas, será escolhido o nome da criança que será adequado a ambos. Não é necessário criar uma terceira opção.

Importante – durante um conflito, defina o objetivo de uma solução pacífica da situação do problema e encontrar um compromisso. Defender teimosamente a posição de alguém pode prejudicar um relacionamento. Olhe para a situação através dos olhos de um parceiro, tente entender seu desacordo.

Regras para conflito correto

Jurar nunca mais brigar é impossível. Para fazer isso, recomendamos o uso das seguintes dicas. Eles visam remover o egoísmo do raciocínio e colocar zelo nos parceiros para chegar a um compromisso.

1. Não dê tanta atenção às insignificâncias

Quantos casais se separam por causa de coisas estúpidas, como louça suja e meias espalhadas. Essas pequenas coisas crescem em brigas maiores, levando a feridas profundas. Isso não pode ser evitado?

Não faça tragédia com ninharias, não importa quanto você queira. Viu o prato sujo na pia? Indique que você vai lavá-lo, mas peça para não repeti-lo novamente. Fale em um tom calmo e pacífico. Não imponha um conflito, mesmo se você não ouviu o consentimento desejado em resposta. Sua paciência pode salvar tudo.

2. Não arraste a resolução de conflitos

Partindo de um compromisso mais tarde, você corre o risco de envenenar seus pensamentos com ressentimento e o desejo de machucar sua alma gêmea. Resolva os problemas à medida que surgem, caso contrário corre o risco de ficar sozinho.

Se você brigou antes de ir para a cama, não deixe de fazer pelo menos uma trégua temporária. Tendo adormecido em um abraço em uma cama, de manhã sua briga pode perder seu significado e parecer-lhe uma mera ninharia que não vale suas lágrimas e choros ressentidos.

3. Controle suas emoções

Os conflitos podem começar devido ao mau humor de um dos parceiros. Lembre-se, você não deve sentir raiva sem um bom motivo. Você precisa brigar da maneira mais calma e sem emoção possível. Não transforme debates produtivos em programas de entrevistas sem sentido.

Sente a raiva fervente dentro de você? Conte até dez, distraia-se, pense em algo bom. Depois de se acalmar, inicie um diálogo. Isso economiza seus nervos e seus relacionamentos.

4. Não construa correntes

Quando o argumento termina em uma briga ou você deseja levantar um rancor antigo, começamos a construir correntes. Pratos não lavados – promovendo uma bagunça em casa – desrespeito pela esposa – falta de amor – ter um amante – acusação de traição. Assim, um pouco inocente pode se transformar em algo mais.

Acusações de traição podem realmente ter razão, mas por que fazer isso enquanto discutimos os pratos? Considere uma situação específica durante um conflito. Vincular outros insultos e convicções pode diminuir sua importância e validade.

Quer falar sobre seu ciúme e suspeitas de traição? Inicie uma conversa no hotel para isso. Essa abordagem ajudará o homem a apreciar completamente suas palavras e não as perceber como estupidez ou tentativa de vencer uma briga. Não deve haver perdedores ou vencedores em um conflito. Sua vitória é seu amor.

5. Não se aproxime da beira do abismo

Durante as brigas, você pode sentir como nossas próximas palavras podem acabar com os relacionamentos e levar ao divórcio. Nas emoções, seguimos em frente com ousadia, cruzamos os limites do permitido, mas depois choramos e lamentamos tudo.

Pense nas consequências de suas palavras; às vezes, isso pode salvar não apenas seu relacionamento, mas também a si mesmo. As emoções não devem controlar seu idioma, dê esse privilégio à mente. Pelo menos em tempos de conflito e confronto.

Related Posts

Comments

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Stay Connected

0FansLike
3,040FollowersFollow
0SubscribersSubscribe
spot_img

Recent Stories